Discos

Choir Boy, uma viagem nostálgica pelos anos 80

Eu preciso ser sincero com o leitor do Vira o Disco. Muita vezes nós descobrimos coisas meio que por acaso e com esta banda não foi diferente.

Não é de hoje que demonstro meu amor pelo pós punk e suas derivações como New Wave, Synthpop e Indie. E essa banda é uma das gratas surpresas que me foram apresentadas ao longo deste ano de 2023. Estou falando da Choir Boy, banda de Salt Lake City, Utah, capitaneada por Adam Klopp, principal compositor/vocalista e multi-instrumentista da banda.

Já vou logo dizendo que se você não gosta de The Cure, The Smiths, de Bryan Ferry, Kate Bush e até Tears For Fears, é melhor você parar a leitura por aqui, esta banda não vai lhe chamar a atenção. Mas se você gosta desse synthpop ambiente (ou dream pop, como eles se definem) tenho certeza de que você vai se amarrar no som da banda.

Gathering Swans, o seu segundo disco, expande os horizontes musicais da banda, saindo de um synthpop obscuro e desamparado de seu disco de estreia, para melodias mais ressonantes e um brilho que pode ser ouvido durante a audição do disco.

Foto: Divulgação


E assim, faixa após faixa, você parece ser levado em uma montanha-russa de sintetizadores com tantos elementos brilhantes e cintilantes que faz com você pareça ter saído de um filme de romance dos anos 80. Só que esse disco é tudo, menos romântico. Se você quiser sacar tudo isso que eu falei, pule direto pra faixa 8, “Eat the Frog“. Essa música é groove puro, deliciosamente um pop clássico (você vai notar as influências que eu citei no início) e é, disparada, a melhor faixa do disco.

E aqui em Gathering Swans, percebo esse revival em torno da estética oitentista. Posso estar parecendo sentimental demais nessa comparação? Talvez. O fato é que o Choir Boy não é apenas essencial para o pós punk; eles são essenciais para a música pop em geral.

Foto da capa: Cornelia Thonhauser/Orlando Weekly

Luis Fernando Brod

Oi. Sou o cara do MINHA VIDA EM VINIL e colaborador do site Disconecta.

One thought on “Choir Boy, uma viagem nostálgica pelos anos 80

  • Antônio Vilson Menezes das neves

    Concordo.Descobri Choir Boys recentemente e gostei muito do som da banda.O som da banda é nostálgico e levemente melancólico.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *