Histórias

Robert Johnson e a fábula da encruzilhada

Havia uma vez um jovem músico chamado Robert Johnson, que sonhava em se tornar o melhor guitarrista de blues que já existiu. Ele trabalhava duro todos os dias, praticando sua guitarra e cantando em pequenos bares e clubes.

No entanto, Robert sentia que algo estava faltando em sua música. Ele queria alcançar um nível de habilidade que nunca havia atingido antes, mas não sabia como. Foi então que ele ouviu falar de um misterioso homem velho que vivia nas profundezas do Mississippi, que diziam ter vendido sua alma ao diabo em troca de habilidades musicais sobrenaturais.

Robert decidiu ir em busca do homem e encontrá-lo em uma encruzilhada à meia-noite. O homem velho o cumprimentou e perguntou o que Robert queria. O jovem músico respondeu que queria ser o melhor guitarrista de blues do mundo.

O homem velho concordou em ajudá-lo, mas somente em troca de sua alma. Robert sabia que essa era uma oferta perigosa, mas a tentação de alcançar seu sonho era forte demais. Ele concordou em fazer o acordo.

O homem velho então pegou a guitarra de Robert e afinou-a, tocando algumas notas maravilhosas. Quando ele devolveu a guitarra, Robert sentiu uma força sobrenatural fluir por suas veias enquanto tocava. Seus dedos se moveram mais rápido do que nunca, e sua voz soou mais profunda e mais poderosa do que antes.

Robert se tornou um músico lendário, tocando por todo o país. As pessoas vinham de longe para vê-lo tocar, e sua música era tão mágica que até mesmo aqueles que não gostavam de blues eram cativados por ela.

No entanto, a alegria de sua habilidade recém-descoberta não durou para sempre. Robert percebeu que havia um preço a pagar por fazer um pacto com o diabo. Ele se tornou atormentado por pesadelos e visões terríveis, e sabia que sua alma estava destinada a arder no inferno por toda a eternidade.

Robert morreu jovem, com apenas 27 anos, mas sua música sobrenatural viverá para sempre. Seu talento inigualável e a história de sua oferta com o diabo tornaram-se lendas, inspirando músicos de todo o mundo a seguirem seus sonhos com cuidado. A lição é clara: o sucesso pode vir a um preço muito alto.

Robert Johnson faria aniversário de 112 anos neste 8 de maio.

Filipe Silva

Metade do Prisioneiros do Rock

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *